e ainda estávamos na guerra fria. os americanos viviam a sua histérica obsessão com os comunistas e do lado contrário, os soviéticos propagandiavam quão  nefasto era/é o capitalismo. a europa vivia entre os dois, crescendo alegremente e indo introduzindo na sua gestão o que de melhor ambos sugeriam.

eu era feliz. nunca temi o comunismo, nunca temi a invasão americana. fizeram-se grandes filmes sobre o tema. a espionagem foi amplamente imaginada. eu era feliz

talvez agora, conforme disse Gorbachev nas comemorações da queda do muro de Berlim, estejamos em perigo de uma nova guerra fria na europa. bem, antes fria que quente

talvez seja o que falta para que a europa volte a crescer

a. fonseca

Advertisements