uns melhores outros piores. o caso Sócrates segue o seu curso natural. as frases que saem da cadeia de Évora dão razão de ser à publicação diária da imagem da nariguda criatura. a primeira era com certeza uma frase de inspiração bíblica “não raro a prepotência atraiçoa o prepotente.”  . sinto nela a ameaça do castigo divino. e continuando, hoje disse que “Só deixa de ser livre quem perde a dignidade. Sinto-me mais livre do que nunca”…é “um homem livre”. outro homem e também livre exerceu o direito que lhe assiste de pedir um Habeas Corpus para que seja restituída a liberdade/dignidade ao cidadão que declara não a ter perdido. fiquei confusa e perguntei ” e o Duarte Lima? matou a outra senhora lá no Brasil ou não?”. os crimes de sangue são tão mais emocionantes.

de resto, fui viver o Natal pois não há como escapar. é só sair de casa e lá está ele, o Natal. gostei dos golos do Sporting e gostei de saber que o Jesus vai deixar de dizer xampianes a cada 5” de entrevista, a cada mascadela daquela nojenta pastilha…para os benfiquistas que adoram Sócrates a boa notícia é que ele do Benfica, para os outros resta a consolação da imperfeição ser inerente à raça humana

na expectativa de novas detenções/suspeitas/buscas/etc e aguardando o desfecho das mesmas num futuro próximo

despeço-me com amizade

a. fonseca

Advertisements