I just can´t help it — March 12, 2015

I just can´t help it

Advertisements
eram três irmãs — March 11, 2015

eram três irmãs

a mais feia chamava-se bela, a mais bela tinha tamanha beleza que era conhecida como a cara linda e a mais nova foi vendida à vizinha

ainda sonhava quando um grito boçal vindo do pátio – oh Pedro! vamos aos cachos? – olhei para ele à espera da tradução. ainda não tinha recuperado das 14h de viagem, muito menos da história resumida de todos os personagens da aldeia. hoje ia conhecer as 3 irmãs – o que é que ele quer? – quer que eu vá com ele ver a vinha – os cachos, sim

assim me vi eu numa manhã de Outubro em 1992. uma inglesa na beira interior. o meu primeiro contacto com a ruralidade.

a. fonseca

a vida em dígitos — March 10, 2015
depois da tempestade — March 9, 2015
o dia da mulher — March 8, 2015

o dia da mulher

das mulheres, de todas elas. uma luta para continuar. ainda um longo caminho a percorrer. e agora as quotas…sou a favor das quotas…não acho simpática a ideia…acho que deviam ser os melhores independentemente de sexo, religião, raça, etc…mas na realidade não são esses os escolhidos…o patriarcado tem raízes profundas, não dá para baixar os braços

mas num dia magnífico como o de hoje, saudemos todas e todos que contribuíram para o muito que já se conquistou

a luta continua!

a. fonseca

1014155_596356047053062_91384603_nFrida Kahlo

hoje — March 7, 2015

hoje

o sol doce, os amigos, os camaradas, as lutas justas…e há quem troque tudo isto por dinheiro

não existem de facto cidadãos perfeitos, apenas uns menos que outros

a. fonseca

ao contrario de Rimbaud — March 6, 2015